Dando um passo de cada vez, você resolve sua vida financeira.

Férias econômicas | Deixe um comentário | 15 de agosto de 2017

Quando estamos endividados, muitas vezes temos a impressão de que nunca conseguiremos “sair do buraco”. A solução parece cada vez mais difícil de alcançar e distante. Porém, nessas horas, é necessário respirar fundo e seguir alguns passos simples que podem resolver toda a situação. Vamos juntos nessa?

 

1- Não deixar para depois.

Sabe aquela ideia que temos quando somos jovens de que tudo vai  se resolver no futuro, independente das nossas escolhas? É hora de deixar esse tipo de pensamento de lado. A hora de resolver esses problemas é agora mesmo! Tome a coragem necessária e coloque em mente que é necessário se organizar para ter um futuro muito melhor.

 

2- Estabeleça metas, pense no futuro.

Um carro, uma viagem, um apartamento, uma casa de férias… Não importa qual o seu sonho, pensando sempre no futuro você consegue alcançá-lo. Por exemplo: se sua prioridade é viajar, você deve pensar muito bem antes de gastar dinheiro com outras coisas menos importantes.

 

3- Conheça seus gastos.

Muitas vezes, temos a sensação de que nosso salário foi todo gasto e, muitas vezes, não sabemos exatamente com o quê. Para resolver esse problema, a melhor saída é fazer um controle de gastos e categorizar cada um deles. Dessa forma, você consegue ter uma visão mais ampla do que pode ou não ser cortado em gastos. As despesas devem ser agrupadas em categorias – educação, alimentação, moradia, etc. – para que você possa realizar uma melhor análise.

 

4- Controle seus gastos.

Agora que você já conhece cada um dos seus gastos, você poderá verificar as quantias gastas em cada categoria e então estabelecer um orçamento, um limite de gastos para cada uma. Se suas despesas forem superiores à sua receita, você pode:

  • Aumentar sua receita;
  • Diminuir suas despesas;
  • Aumentar sua e receita e diminuir suas despesas ao mesmo tempo (melhor opção).

 

5- Faça investimentos.

A partir do momento em que suas receitas são maiores que as despesas, é o momento de investir. Quanto mais você economiza e investe, mais rápido você irá conseguir atingir suas metas. Para se ter uma ideia, investindo R$ 250 por mês a uma taxa de juros de 0,5% ao mês, tem-se em 5 anos cerca de R$ 18 mil. E em 10 anos, este valor sobe para pouco mais de R$ 42 mil.

 

6- Pense antes de fazer dívidas.

Ter dívidas não é necessariamente algo ruim, desde que tenhamos condições de pagá-las. Mas para muitos, possuir uma casa ou um automóvel só se torna possível através de um financiamento. O que devemos fazer quando necessitamos nos endividar é pesquisar por financiamentos com juros mais baixos e com parcelas que não comprometam a renda familiar mensal.

 

7- Já está endividado?

No caso daqueles que já possuem dívidas, ter um bom controle financeiro também facilita as coisas. Com ele é sempre possível descobrir fontes de recursos extras através de cortes de despesas não essenciais. Este dinheiro adicional pode então ser usado no pagamento de parte da dívida, o que acarretará em menores despesas de juros e, consequentemente, mais dinheiro no futuro para outros objetivos. E lembre-se: é essencial que você controle suas dívidas. E nunca deixar que suas dívidas acabem por controlá-lo!

 

Gostou das nossas dicas? Continue acompanhando aqui no nosso blog dicas sobre férias, educação financeira e muito mais!

-->